quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Melodia Sentimental

Não canso de ver essa interpretação de Melodia Sentimental... linda e emocionante! E por isso compartilho aqui com vocês. Deleitem-se com a bela e melancólica música (de Heitor Villa-Lobos) e poesia (de Dora Vasconcellos)...


Acorda, vem ver a lua
Que dorme na noite escura
Que surge tão bela e branca
Derramando doçura
Clara chama silente
Ardendo meu sonhar

As asas da noite que surgem
E correm o espaço profundo
Oh, doce amada, desperta
Vem dar teu calor ao luar

Quisera saber-te minha
Na hora serena e calma
A sombra confia ao vento
O limite da espera
Quando dentro da noite
Reclama o teu amor

Acorda, vem olhar a lua
Que dorme na noite escura
Querida, és linda e meiga
Sentir meu amor e sonhar...





video

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Ao vento...

Palavras de amor jogadas ao vento...

Se as retenho, me enveneno

Ao vento, podem alegrar outro coração


Jogo ao vento, minhas palavras de amor...

Quem sabe nessas voltas que o vento dá

Outros caminhos possa encontrar...


E em paz observo onde vão essas palavras... em vão...


Carolina Coe

Fotos: Francisco Diniz

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Triste flor, serena flor

A angústia que bate
Por ter as mãos atadas
Em meio ao vendaval
Não poder fazer nada...

Triste flor da madrugada minha,
Não dormes tu, não durmo eu
Meu doce sono chacoalhado
Pelo desespero teu

Não te deixo, como deixaria?
Como largar uma parte minha
?
Por ti não me desintegro
Amo teu pedaço de mim como ao universo

Eu sei e sinto
Tudo vejo em minha empatia
Desenfreada.

Eu amo e não minto
Com essa minha alma aberta
Sem pensar em nada.

Estou aqui e estou em ti
Em paz, como um sereno lago
Te abençôo e te bendigo, "mon ami"
Te amo com a alma, enfim...

Carolina Coe